CF: Através do Espelho (DemonhadoYoda)

|
Olá amorinha. Tudo bem?
Antes de qualquer coisa, preciso lembrá-la que nada que será dito na crítica tem o intuito de atingi-la de forma negativa. Faço minhas críticas baseadas em minha opinião como leitora/autora e procuro expô-la da melhor forma possível para apenas ajudá-la.
Chamei a maravilhosa LadyVic para me ajudar com a crítica do DS, pois estava com dificuldade para realiza-la. Obrigada, nenê!

Vamos lá!

X.x.X

Mabel, após ter, enfim, tornado-se uma arqueira, aumentou suas chances de acreditar em sonhos. Desde sua infância, era a única criança que ainda acreditava no País das Maravilhas existir após ter lido livros sobre a história do mesmo escondido de seus pais.

Sua vida pareceu girar e ficou de ponta-cabeça quando começou a ouvir estranhos barulhos de relógios e passos nas florestas onde treinava, mas continuava a permanecer ali, mesmo não sabendo da onde surgiam aqueles ruídos.

Para ela, sonhos são indestrutíveis, porém, tudo que ela colocava fé no País das Maravilhas ser encantador, corria um alto risco em ser totalmente o contrário do que pensava.

demonhadoyoda 2016 © | All Rights Reserved.

   Fanfic / Fanfiction Através do Espelho


Para ler a estória, clique AQUI



Aparência (Sinopse + Design) — 3,0

Sinopse: 

“Acreditava no País das Maravilhas existir após ter lido livros sobre a história do mesmo escondido de seus pais.”

“Acreditava na existência do País das Maravilhas após ter lido contos sobre o mesmo escondido de seus pais.”

“Para ela, sonhos são indestrutíveis, porém, tudo que ela colocava fé no País das Maravilhas ser encantador, corria um alto risco de ser totalmente contrário do que pensava.”

“Para ela, sonhos são indestrutíveis. Porém, toda sua fé no encanto do País das Maravilhas, corria um alto risco de ser totalmente contrário do que pensava.”

A sinopse está boa em relação ao conteúdo, portanto, de cara já pude notar sua paixão por vírgulas, o que deixa o leitor levemente entediado. Costumo usar um ensinamento de minha mãe , que dizia que quanto menos você faz, menor o risco de um erro ser cometido, mudando um pouco a compreensão da frase para a ortografia, procure estar sempre substituindo as vírgulas por pontos finais — obviamente, se possível.

Contudo, o tamanho está bom e o conteúdo não é conteúdo mostra claramente o tema da fanfic, o que já adianta para nós leitores o que nos aguarda.

Nota: 2,6

Design:

A capa num todo é bonita, mas aparenta ser muito bagunçada, talvez seja muita informação que não dá pra se perceber, a fonte escolhida não é muito interessante e ela não tem um bom contraste sobre o fundo com esse estilo de coloração seria interessante utilizar o azul sobre o rosa e um rosa sobre o azul para dar mais diferença, a frase achei jogada de mais, poderia abusar de uma outra fonte e deixar um pouco maior talvez, colocar ela após a perna do ‘p’ de espelho seria um bom local também, a coloração da capa não me agrada muito, poderia ser trabalhado o azul e rosa de outra maneira, que não ocupasse a capa desse jeito, talvez algo mais chegado no isolamento de cor ficasse mais agradável, é importante também ter cuidado com o topaz, na garota ele ficou um tanto forte. A capa num todo não é ruim, mas poderia ser mais agradável visualmente!

Nota: 0,5

Ortografia — 3,0

“Pelo tempo que passei trancada em um quarto folheando livros antigos deve ter entrado algo em meu crânio que ao longo de minha adolescência eu obstinava em não ter.”

“Pelo tempo que passei trancada em um quarto folheando livros antigos deve ter absorvido algo que ao longo de minha adolescência eu obstinava em não ter.”

“Nunca vi algo igual como a Inglaterra.”

“Nunca vi algo igual a Inglaterra.”

“Passou pelas suas mentes de me colocarem no novo sanatório.”

“Passou por suas mentes me colocar no novo sanatório.”

“Eu não queria ser internada para complicar ainda mais a minha vida”

“Eu não queria ser internada, complicaria ainda mais a minha vida”

“Minha mente era tão confusa quanto a velha Toca do Coelho da história de Alice Liddel.Várias portas poderiam ser abertas para um novo mundo, porém eu e meus pais não sabíamos qual escolher; e tão profunda quanto a sabedoria da Lagarta Azul.”

“Minha mente era tão confusa quanto a velha Toca do Coelho da história de Alice Liddel; várias portas poderiam ser abertas para um novo mundo, porém eu e meus pais não sabíamos qual escolher; e tão profunda quanto a sabedoria da Lagarta Azul.”

“Não se aproveitem da minha gentileza de estar participando porque sou a “melhor arqueira” — faço aspas com os dedos —, pois posso mudar de ideia e desistir (...)”

“Não se aproveitem da minha gentileza de estar participando porque sou a “melhor arqueira”, — faço aspas com os dedos — pois posso mudar de ideia e desistir (...)”

“Apenas estou conhecida pelo meu único talento

Apenas estou sendo conhecida pelo meu único talento”

“O que em comparação ela era deplorável”

O que em comparação era deplorável

“Mudo a posição de minhas mãos — que estavam apoiadas na pia.”

“Mudo as mãos de posição, que estavam apoiadas na pia.”

Analisando os capítulos que li, sua ortografia não é ruim, apenas necessita de uma revisão antes de cada capítulo ser postado. Você escreve com muita vontade e, na maioria das vezes, acaba colocando palavras onde não tem necessidade para demonstrar para o leitor o que está sentindo e o quanto está excitada com aquilo. Contudo, deixo-lhe apenas uma dica: Revise os capítulos antes de postar e elimine as palavras que estão sem emprego, ou as que estão ali apenas para dramatizar a fala dos personagens.

Nota: 1,9

Crítica Final — 4,0

Então, devo começar falando que os capítulos são muito detalhados e, estou admirada com isso. É maravilhoso ver que ainda existem pessoas que se dedicam de corpo e alma para a estória, não só para os favoritos e comentários. O início da estória me surpreendeu por demasia, ela mostra a personalidade de Mabel e tudo o que ela estava passando em relação a seus amigos e família. A forma como ela encontrou o Jungkook é ótima, fiquei feliz ao vê-la retratar tudo de uma forma tão realista, mas ao mesmo tempo rodeada de "conto de fadas".

Outra coisa que gostaria de ressaltar quanto a personalidade de Mabel, é que, às vezes, ao detalhar como ela se sente ou o que está se passando em sua mente para que a mesma esteja tão agressiva, acaba ficando um pouco forçado. Sim, entendo que ela possui algo que não a permite controlar isso, mas creio que esteja sendo um pouco superficial da forma que está fazendo.

Para concluir, devo alertá-la mais uma vez sobre a revisão dos capítulos. Como a fanfic já está concluída, aconselho-lhe que guarde um minutinho para fazer a revisão dos capítulos de uma só vez, para deixar a fanfic ainda melhor do que já está.

Nota: 3,6

Nota final: 8,6

X.x.X

Espero que tenha gostado da crítica, Caso tenha ocorrido algo que não a agradou, peço para que me informe no email lorhannemelo@gmail.com para que possamos resolvê-lo. 

Obrigada por escolher o Heathens Designs!



3 comentários:

  1. Fico agradecida imensamente pela crítica e a ajuda. Deixarei abaixo minhas explicações (como sempre faço quando comento nas minhas CF's), espero que não se importe.

    1: Eu concordo com o seu conselho sobre a sinopse a respeito das vírgulas, e irei corrigi-la logo logo.

    2: Realmente a capa é muito diferente, pois tem dois colorings (duas cores) separadas e é o que mais me chamou atenção nela quando a pedi em um blog. Eu sinceramente fiquei apaixonada por ela (embora não tenha sido exatamente como eu pedi).

    A frase também me deixou meio receosa, porque ela não ficou muito "centralizada" e direitinha com o título.

    A única coisa que eu não tinha gostado do topaz era no rosto da Mabel (pois está um pouco forte), mas como sou uma adoradora dos efeitos do topaz, eu achei que na textura ficou lindo.

    E sobre a textura, não dá pra perceber muito as coisas que tem nela, pois estão bastante misturadas. Mas sei que há dois relógios nela bem explícitos.

    3: Sempre tento melhorar minha ortografia de todas as maneiras. Sério. Mas o ruim é que meus erros são muito bobos, não é nem de crase, nem de ortografia que contém aquelas regrinhas chatas, é SEMPRE a mesma coisa: palavras desnecessárias colocadas em momentos errados.

    Estarei seguindo suas dicas.

    Sobre a crítica final: Eu revisava meus capítulos o tempo todo, não estou brincando. E fico irritada porque esses errinhos passam despercebidos pelos meus olhos e eu nem noto, por isso acabo deixando eles escaparem. Ano passado (quando postei a história), eu nem me dedicava tanto como agora, mas como planejo fazer a segunda temporada dessa fanfic, passo o dia todo revisando meus capítulos para que eles saiam perfeitos.

    Irei deixar bem equilibrado o emocional da Mabel a partir desse meu próximo projeto. Às vezes eu quero colocar tudo realista e detalhado, mas confesso que exagero um pouco.

    Mais uma vez, obrigada pelas críticas e elogios. >//<

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ah, e mais uma coisinha: O “Não se aproveitem da minha gentileza de estar participando porque sou a “melhor arqueira”, — faço aspas com os dedos — pois posso mudar de ideia e desistir (...)”, com a vírgula antes do travessão, pra mim está errado, porque nos livros que já li, ela sempre apareceu após o travessão (tanto que pra mim fica até mais bonito), mas cada um usa da forma que achar melhor. ^^

    ResponderExcluir